quinta-feira, 14 de julho de 2011

Alessandro, nosso eterno lateral direito

Acredito que penso diferente da maioria dos torcedores do Glorioso - pelo menos dos que postam textos e comentários em blogues e afins. Eu sempre gostei do Lúcio Flávio, Alessandro e Marcelo Cordeiro. A despeito da insistência de muitos contra Alessandro eu sempre me perguntei: por que entram e saem técnicos e todos eles firmam Alessandro no time principal?

Não é um fato interessante?

Enéias Teles Borges

2 comentários:

gabriel_oliveiraleite disse...

Enéas, é a primeira vez que posto neste blog, por isto relutei em passar a minha opinião, mas acredito que dentro da irmndade alvinegra, tenhamos que discutir (em alto nível, claro) os pontos de conflitos de opiniões. Penso que não basta gostar do Botafogo, ter a chamada "identificação" como eles dizem, para ser titular de um clube com um clube com a nossa estória. Alessandro, sem querer ofender, é muito fraco, prá dizer a palavra certa, ele é horrível. Não tem senso de marcação que a sua posição exige, também não tem um fundamento essencial para esta posição que é o cruzamento; também não tem rapidez de atitudes, como o momento de penetrar para o meio em velocidade ou ir a linha de fundo. Enfim, na minha opinião, pelo título que já conquistou, seria um cara prá jogar 1 ano e ser dispensado por deficiência técnica. E olha que dei um longo ano para dirimir todas as dúvidas sobre sua incapacidade, para não ser injusto.
Abçs e SAN

CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Gabriel,

Pode opinar à vontade. Seu ponto de vista é importante para nós alvinegros.